Alegria, adrenalina e competitividade na decisão da Copa SC Racing

A etapa mais aguardada deste fim de ano... No último sábado, 01, pilotos e navegadores definiram na Grande Florianópolis os grandes campeões da temporada 2018 da Copa SC Racing.

Um campeonato diferenciado... A Copa SC Racing é mais do que uma disputa de rali de regularidade; é o encontro entre amigos que tem uma paixão em comum: o off-road. Dentro das trilhas, a rivalidade... Cada dupla exerce um papel fundamental para o crescimento do esporte e, com muito profissionalismo e dedicação, luta pelo título do evento! Do lado de fora, uma reunião marcada pela alegria e companheirismo, onde todos se ajudam na troca de conselhos e experiências. 

E neste clima marcado pela competição e amizade, a Copa SC Racing chegou à etapa final, realizada na Grande Florianópolis, no dia 01 de dezembro. O grid foi formado por duplas catarinenses, gaúchas, paranaenses e paulistas, que aceleraram por 184 quilômetros, sendo 95 quilômetros cronometrados. A concentração e largada aconteceram na concessionária Troller Trilha SC. 

A Copa SC Racing abre as portas para todos os perfis de off-roaders. É uma escola para quem deseja se aventurar no mundo do fora-de-estrada, por isso, nove categorias estão à disposição: Máster, Graduados, Turismo, Cidade, Pais e Filhos e Novatos 4x4 e, para quem não tem um veículo com tração nas quatro rodas, tem as categorias para os veículos convencionais de rua (4x2): Família, Novatos e Graduados. 

Além das maiores feras do rali de regularidade estarem juntas nesta etapa (deixando a disputa ainda mais bonita e acirrada), o evento também recebeu muitas duplas que tiveram contato com o esporte pela primeira vez. E para entrosar e preparar essas pessoas, uma aula sobre navegação foi realizada pelo diretor de prova, Alexandre Rech. 

Choveu na sexta-feira que antecedeu a competição, o que deu aquele “toque especial” ao rali: poças de águas, lama e trechos lisos elevaram a adrenalina dos competidores, sobretudo, nas áreas onde havia os laços e pegadinhas. Nas curvas, os pilotos precisaram ter muita técnica e controle do carro, pois o pneu patinava bastante. “Tivemos percurso em linha, que privilegiou quatro pistas utilizadas para a prática do Velocross e Motocross, exigindo 100% de concentração e habilidade dos competidores. Na parte final do trajeto, um pequeno trial com estradas bem apertadas em um reflorestamento de eucalipto. Foi um rali bem ‘temperado’, com os ingredientes que pilotos e navegadores adoram”, contou Rech. 

E ao final da disputa, não faltaram elogios a organização da Copa SC Racing. “Parabenizo muito a equipe da SC Racing, principalmente por essa etapa final. Prova muito bem desenhada, com laços inteligentes, trilhas TOP e médias de velocidade bem justas, que nos mantiveram conectados o tempo inteiro. Não podia distrair”, declarou o navegador Tiago Poisl, que completou. “Evento completo, com uma recepção excepcional na concessionária Trilha SC e um fechamento com chave de ouro. Já estou muito ansioso pela Copa 2019. Encerramos o campeonato com um dos grids mais competitivos do Brasil”. 

Para definir os campeões, é preciso definir a etapa 

Largada autorizada... Pilotos e navegadores concentrados, de olho na planilha, no hodometro e, claro, na trilha! Neste momento, é hora de fazer bonito e todos querem subir no pódio... Então, que vença o melhor. Tão embora em algumas categorias os vencedores da Copa SC Racing já estivessem praticamente definidos, nada ainda estava garantido; portanto, tensão e adrenalina no modo “hard”. 

Após seis horas de rali, os vencedores na Máster foram Gustavo Schmidt e Tiago Poisl, com 32 pontos. Logo atrás, com 30 pontos vieram Hamilton dos Santos Medeiros e Marcos Maia Panstein. Em terceiro lugar, ficaram Acyr Hideki Rodrigues da Silva e Michael da Silveira Masson, com 26 pontos. 

Na Graduados, o primeiro lugar foi conquistado por Marcelo Prevideli e Rafael Augusto Avelar e Pintos, com 34 pontos. Eles foram seguidos por Helio Ziehmann e Luiz Zanotti, que empataram com 28 pontos com a dupla Lauro Juarez Franco Gomes e André Luiz Lenfer. 

Na Turismo, os 34 pontos obtidos por Sergio Antonio Cruz Maurano e Adriana Maurano, levaram o casal de ralizeiros ao topo do pódio. Na segunda posição, com 30 pontos, vieram Julio Schlindwein Júnior e Leonardo Agustinho de Melo, e na terceira colocação Altair Maziero e Kassiano Kerber, com 24 pontos.

Na categoria com maior número de participantes, a Novatos 4x4, também foi a mais acirrada. Pai e filho, Carlos Alberto Volpato e Carlos Alberto Volpato Filho, venceram com 32 pontos, mas eles estiveram empatados com Giovani Rodrigues Modolon e Fábio Augusto Conte. Em terceiro lugar, com 23 pontos, ficaram Rodrigo Koegler e Daniel Rodrigo Muller. 

Entre os off-roaders da categoria Pais e Filhos, comemoração de José Andrade Júnior e Bernardo Schafer Andrade, com 34 pontos. Eles foram seguidos por Osmar Fleischmann e Vitor Fleischmann, e Ricardo Hoffmann e Guilherme dos Santos Hoffmann, que empataram com 28 pontos. 

E por fim, na categoria Universitário Novatos, vitória com 32 pontos de Ramona Katcheika Paloschi e Alessandro Barreiros Maurici. Na segunda posição vieram Moacir José Cunhago e Aline Klug (30 pontos), e na sequência Marcelo Cardoso e Kamila Solange Cardoso (28 pontos). 

Hora de gritar: é campeão! 

Explica-se: no rali de regularidade, pilotos e navegadores pontuam separadamente e, em virtude da ausência de um integrante em algumas das etapas, existem situações em que a dupla não contabiliza o mesmo saldo e, portanto, ocupa posições diferentes. 

Um ano memorável para Gustavo Schmidt, que nesta temporada trocou o banco de navegador para assumir a função de piloto nas disputas de rali de regularidade. Após muitas conquistas como navegador de seu pai, Oscar Schmidt, ele agora traça os caminhos da própria carreira, e já conquistou o título da Copa SC Racing pela categoria Máster. “Sensação maravilhosa de dever cumprido, principalmente pelo encerramento ter sido em casa, em nosso Jeep Clube de Florianópolis. O ano de 2019 será um ano de muito planejamento, com metas audaciosas, e estou me preparando para isso”, comemorou. 

E entre os navegadores da categoria, o melhor pontuado foi Rafain Walendowsky. “Incrível a construção da Copa SC Racing ao longo deste ano. Provas perfeitas, bem planejadas e sempre parelhas. Fico feliz e honrado em ser campeão de um evento tão bem conceituado como este”, pontou Walendowsky. 

Na categoria Graduados, um jovem de 62 anos esteve determinado a conquistar esse título desde o início. O piloto Lauro Juarez Franco Gomes foi campeão e agradeceu aos navegadores que contribuíram com ele para esse feito. “Esse ano foi especial e mostrou que não precisa ser jovem para atingir grandes conquistas, pois mesmo tendo 62 anos, encerrei a temporada 2018 com três títulos muito importantes: Copa SC Racing, vice-campeão da Copa Scherer e vice-campeão do Campeonato Catarinense. Quero deixar registrado que a Copa SC Racing continue em 2019, ela é especial para nós”, salientou. O navegador campeão foi Tiago Poisl que, mesmo migrado de categoria nesta última etapa, garantiu o primeiro lugar da Graduados devido a larga vantagem que adquiriu para os adversários. 

Na Turismo, a dupla que fechou com ouro no peito foi Julio Schlindwein Júnior e Leonardo Agustinho de Melo. “A prova desta etapa final estava sensacional. A organização está de parabéns pelo ótimo campeonato que fez. Estamos contentes com este título, que foi conquistado na casa do meu navegador”, falou Schlindwein (o Kuka). 

Na categoria Novatos 4x4, Carlos Alberto Volpato e Carlos Alberto Volpato Filho, pai e filho, respectivamente, foram os campeões. “As etapas do campeonato foram todas bem levantadas e desenhas, com uma decisão de título bem longa, exigindo ter bastante concentração para não errar. Eu e o Betinho queríamos demais essa taça e Graças a Deus conquistamos. Subir no primeiro lugar do pódio não tem preço. Que venha 2019”, comemorou o piloto. 

Na categoria Pais e Filhos, José Andrade Júnior e Bernardo Schafer Andrade vibraram com a vitória. 

Na Universitário Novatos, o casal Moacir José Cunhago e Aline Klug foram os melhores. “Cada etapa foi única... Um desafio e aprendizado para nós; e a prova de Florianópolis foi muito emocionante e desafiadora. E nós ficávamos cada vez mais motivados, não só pelo gosto com o esporte, mas pelos amigos que fizemos. Estamos felizes por nos sagrarmos campões da nossa categoria, e estamos ansiosos para a Copa 2019”, empolgou-se Cunhago. 

A SC Racing encerra mais um ano de competições e agradece a confiança dos patrocinadores e competidores que tornaram possível mais um ano de trabalho. O lema é: proporcionar etapas de alto nível técnico (sempre inovando) e entregar diversão aos off-roaders.

A SC Racing tem patrocínio de Floripa Textil, Concessionária Trilha SC, SFI Chips. Apoio de Gatos & Atos, Lavanderia Lave Bem e Grupo Gratt  Realização: SC Racing

Supervisão: FAUESC

Colaboração e foto: Liberdade de Ideias/Rodrigo Phillips